RELATOS

A manipulação de imagens, tanto estática quanto em movimento, sempre me fascinou muito. Esta mostra relata minha convivência com a fotografia nos últimos 50 anos.


Tudo começou com minha entrada na Foto-Chemigrafische Kunstanstalt A. Patzelt & Co. (que palavrão!), uma empresa que produzia clichê para gráficas. Eu, um moleque de 14 anos, carregava placas de vidros enormes de 40 x 60 cm com emulsão fotográfica aplicada e fotografava com uma câmera Klimsch-Superautovertical, um troço de 4 metros de largura e 2 metros de altura. No horário de almoço, que começava pontualmente ao meio-dia, comecei a experimentar coisas. Era o ano de 1961. Desde então, estou continuamente experimentando...

 

A tecnologia relativamente recente (scanner, plotagem e manipulação digital) permitiu uma releitura e a restauração de imagens produzidas há muitos anos.
 

Estas imagens do portfolio chamam-se RELATOS e estão divididas em três partes:


FOTOGRAFIK – Fotografia transformada em grafismo.


LUGARES – Motivos gráficos, porém sem grandes manipulações. 


VISÕES – Rostos de amigas, amigos e cidadãos do mundo. 

 

As artes de Fotografik, Lugares e Visões têm tiragem limitada e dimensão média de 80 x 80 cm.